5º Prêmio Marcantonio Vilaça – CNI SESI SENAI

Ação Educativa – Educadores

Imersão Prática

Que tal conhecer obras de arte de artistas contemporâneos brasileiros premiados e experimentar práticas educativas inovadoras?

O Programa Educativo 5º Prêmio CNI SESI SENAI Marcantonio Vilaça para as artes plásticas vai promover um encontro para educadores durante a mostra itinerante que está em Belo Horizonte. Serão cinco horas de atividades, envolvendo a visita à exposição, uma roda de conversa e oficinas de experimentação prática.

Quando?

Você pode escolher participar em um dos dois dias de evento:

♦   15/03/2016 – das 13 às 18H

♦   16/03/2016 – das 13 às 18H

Onde?

Palácio das Artes – Belo Horizonte (MG)

Como?

Inscreva-se aqui: http://goo.gl/forms/ALs8tYJ9ou

(Vagas Limitadas – 80 educadores por dia)

Qual é a programação?

♦   Visita à exposição guiada pelo Curador do Prêmio, Marcus Lontra.

♦   Roda de Conversa sobre Arte contemporânea, educação integral e inovação com Marcus Lontra, Romulo Sales e Bianca Ramos.

♦   Oficinas de experimentação prática em arte-educação e fotografia

♦   Lançamento do Kit de Dispositivos Criativos desenvolvido para o Programa Educativo.

O que vamos experimentar?

♦   Conceitos e técnicas de arte-educação e fotografia que possam ser replicadas nas escolas e oficinas educativas.

♦   Possibilidades de articulação entre a abordagem destas técnicas, os conceitos artísticos e o currículo.

E esse curso é para mim?

♦   Indicado para educadores, incluindo Professores, Oficineiros, Animadores Culturais, Monitores entre outros.


Conheça os convidados

Bianca Ramos

Coordenadora de Desenvolvimento Institucional do MAIS e do Movimento Down. Arquiteta e Urbanista formada pela UFRJ com especialização em análise de Políticas Públicas pelo Instituto de Economia da UFRJ. Experiência na área publica em programas das áreas sociais, especialmente no Programa Intersetorial de educação integral Bairro-Escola, entre 2006 e 2009, e na assessoria à presidência da Agência Nacional do Cinema, entre 2009 e 2011. Atuou como Gestora da Associação Cidade Escola Aprendiz durante a implementação do Projeto Bairro Educador na Cidade do Rio de Janeiro, entre 2011 e 2013.

Marcus Lontra

Nasceu e reside no Rio de Janeiro. Curador e crítico de arte, foi diretor da Escola de Artes Visuais do Parque Lage, do MAM-RJ , do Museu de Arte Moderna de Brasília e do MAMAM , em Recife. Foi Secretario de Cultura de Nova Iguaçu na gestão de Lindberg Faria. Atua como curador desde 1983, realizando várias exposições no Brasil e no exterior, como por exemplo: “Oscar Niemeyer – Uma Invenção do Tempo”, montada nas cidades de Moscou, Santiago do Chile, Washington, Turim e Caracas (2008/09); “Franz Weissmann: Imagens da Imensidão” em São Paulo e Petrópolis; “Carlos Scliar: perfil e trajetória, no Rio de Janeiro (2010)”. Como crítico, tem publicados textos analíticos sobre vários artistas em catálogos, livros e jornais. Desde 2006, vem se dedicando a programas educativos para as artes visuais, sendo convidado por instituições de todo o país para dar palestras e aplicar esses programas educativos. Atualmente é o coordenador do Prêmio CNI SESI SENAI Marcantonio Vilaça par as artes plásticas.

Romulo Sales

Cursou Pedagogia pela UERJ. Gestor da O.S. Laboratório Cultural, atua na coordenação do programa educativo do Prêmio CNI/SESI Marcantônio Vilaça para Artes Plásticas desde 2008. Foi responsável pela coordenação dos programa educativos das exposições “Niemeyer – A poética da Forma” em 2009, “Carlos Scliar – Obra Gráfica, Perfil e Trajetórias” em 2010, “IBASE 30 anos” em 2011, “Jogos de Guerra – Confrontos e Convergências na Arte Contemporânea Brasileira” em 2011, “Franz Weissmann – A síntese e a Lírica Construtiva” em 2011, “Pop Popular” em 2011, “Sintonia do Olhar” em 2012, e “Espelho Refletido” em 2012. Foi curador do curso Arte/Educação Contemporânea, no Centro de Artes Calouste Gulbenkian em 2011, da Cowparade, Arte Pública nas Upps – 2012, 1º Seminário Internacional